quarta-feira, 16 de julho de 2008

O Lápis sem cor..

Todas as crianças gostam de muito de rabiscar, criar, desenhar.. eu não era excepção e gostava muito de fazer desenhos.. nada menos que a folha A4, uns lápis bem afiados e estava pronto para a diversão!

Um dia queria desenhar uma personagem, Fido Dido, e como sabem ele é todo branco...
Ora essa cor não estava presente na minha caixa de arco íris.. chamei logo pela minha mãe e contei-lhe que não tinha como o pintar pois não tinha a cor tão desejada que reflecte todas as outras..

A reacção da minha mãe foi de que a folha já era branca e sendo assim o boneco já estava pintado.. lembro-me da sensação de trabalho inacabado.. porque é que não podia eu pintar a cor branca ? porque é que estavam todas menos o branco?

voltei a insistir.. "Mãe mas não existe a cor branca em lápis?".... A minha mãe respondeu que sim e partimos à procura pelas 2 ou 3 papelarias que existiam... incrível como me lembro da cara das pessoas a menosprezar e a fazer caras estranhas por andar à procura de um lápis branco...

Agradeço-te Mãe porque acreditaste em mim em algo que mesmo tu não compreendendo o porquê sentiste que a busca por essa cor era muito importante para mim.

Até hoje cada vez que passo por uma papelaria e vejo lápis de cor vejo se são bons ou não pelo facto de ter a cor branca ou não... a cor que tudo reflecte pode parecer que nada tem.. na verdade... ela tudo mostra.

Luz



1 comentário:

Pires disse...

Grato por trazeres mais luz ao meu caminho e à minha aprendizagem...
joão